Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

ANITTA BARROCO

"AQUAE FLAVIAE"

"AQUAE FLAVIAE"

Mensagem de Natal

 

Mais uma vez vivemos um momento de reflexão sobre o nosso comportamento em sociedade, onde somos apenas criaturas frágeis, imperfeitas, pecadoras e egoístas, quando muitas vezes nos tornamos insensíveis com o que acontece com os nossos semelhantes.
            Há mais de dois mil anos, nascia o Messias para salvar a Humanidade que estava tomada pelo ódio, pela vontade de dominar e escravizar, pela falta de esperança nos valores espirituais, pela falta de amor ao próximo, onde o único objetivo das pessoas era acumular poder e bens materiais.
Filho de um simples carpinteiro, tendo como berço uma humilde manjedoura, dedicou toda a sua existência na busca da verdade, da justiça, na defesa dos fracos e oprimidos, no fortalecimento dos valores morais, contrariando desta forma os interesses dos poderosos daquela época.
            Por esses motivos foi traído, humilhado, sacrificado e crucificado, mas a sua maneira de combater a dominação através da força armada, utilizando apenas idéias e bons exemplos, sobreviveu após a sua morte e dividiu a História da Humanidade em antes e depois da sua passagem pela Terra.
            O quadro que vemos atualmente não é muito diferente daqueles dias. Violência, ambição excessiva por bens materiais, briga pelo poder, traição, descaso pelo ser humano, guerras e ódio de todas as espécies. Será que não conseguimos entender e praticar os ensinamentos pregados pelo Salvador?
            Podemos compreender porque as conquistas dos povos antigos eram conseguidas na base da luta armada. Mas em pleno século XXI, com todos os avanços tecnológicos e com a evolução do ser humano, utilizar a guerra tradicional como meio de obter lucro é uma irracionalidade, um retrocesso na História.            
O Natal, que muitos só vêem como um dia dedicado à ceia em família e à distribuição de presentes, além do nascimento de Jesus Cristo, simboliza o renascer da fé, da esperança e da caridade, relembrando ao mundo que alguém já pagou com a própria vida para que todos pudessem viver em paz e harmonia.
Feliz Natal!
 
 
 
Jose Roberto Takeo Ichihara

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

VISITAS

contador grátis

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D