Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

ANITTA BARROCO

"AQUAE FLAVIAE"

"AQUAE FLAVIAE"

NATAL

http://www.geocities.com/noelinha2002/presepio.JPG

 

Por um tempo eu vi toda a alegria que podia o mundo
Era um Deus Menino a falar baixinho de um amor profundo
E nesse momento de contentamento do meu coração
Me senti tão perto de meu Deus presente e elevei aos mãos.

Eis aí o meu Servo a quem Eu amparo por todo caminho
Sobre Ele eu faço repousar meu braço, todo o meu carinho.

E naquele tempo era tão comum tantos reis na terra,
A obediência de um homem pra o outro, até matar guerra,
Foi assim que Deus, al julgar violada toda a sua lei,
Não mandou profetas, todos ofendidos, ELE mesmo veio.

E chegou tão simples, numa manjedoura, num leito de feno
E era o mais bonito, todos O olhavam como a um Deus supremo.

E quando eu me lembro que aquele Menino foi tão diferente,
Me angustia a alma em saber que os homens foram tão ausentes,
Quisera que o mundo, só por um segundo, O visse de novo
E deixasse Ele, como sempre quis, conduzir seu povo.

Eis aí O meu Servo a quem EU amparo por todo caminho,
Sobre ELE eu faço repousar o meu braço, todo o meu carinho.

NATAL II

Dobram os sinos em Belém,
nasceu hoje o nosso bem
é natal, é natal,
é natal um sinal de DEUS
que desta vez
veio ao mundo morar
é natal,
louvem a Deus no MENINO
Que ensina amar.

Tudo passa a ter sentido
quando o MENINO nascido,
quer chorar, quer chorar.
É natal um sinal de Deus
que desta vez
veio ao mundo morar
é Natal, louvem a Deus
no menino, que ensina amar.

MARIA
Maria mãe de todo mundo
ó amor profundo,
vem falar a nós
somos tão pequeninos
somos todos teus filhinhos
carente de amor
do amor que só Tu tens,
faz nos o bem,
mostra-nos a LUZ
faz nos deitar e dormir
cantando as canções
que ninavas Jesus.

Maria das Dores do mundo
que tua força inunde
nossos corações
Ao aceitar ser mãe de Deus,
confirmastes ser
a nossa Mãe também.

Nos ensina a sermor fortes
a mudar a sorte
deste nossso mundo,
consolida em nosso peito
a vontade e o jeito
de amar o mundo.

Naeno Rocha
 

 

 www.paralerepensar.com.br 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D