Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

ANITTA BARROCO

"AQUAE FLAVIAE"

"AQUAE FLAVIAE"

UM CONTO DE NATAL

 

 

 

Ao entrar, sob acalorados aplausos,

Há muitos anos, Neimar de Barros visitou minha terra natal,

 Sant'Ana do Livramento. Fez uma palestra na igreja

 Nossa Senhora do Rosário, a qual minha família freqüentava.

 Na  fria noite, um sábado de agosto,

 os bancos todos estavam lotados e ainda havia

 gente em pé no fundo do amplo templo.

 Todos queriam ouvir o homem que escrevera o livro Deus Negro.

E lá estávamos nós: meu pai, minha mãe e eu.

 Neimar pediu silêncio e antes de iniciar

o que iria falar naquela noite, disse:

- "Senhores, ao chegar aqui, encontrei um casal muito humilde.

 Eles são do interior, não têm parentes na

 cidade e vieram em busca de um emprego

 que foi prometido ao marido.

 Ela está grávida e eles não têm dinheiro para pagar um hotel. 

Precisam ficar na casa de alguém, até segunda-feira.

 Qualquer espaço serve. Quem de vocês poderia recebê-los?"

Fez-se um silêncio profundo...

Lembro do olhar trocado entre meus pais.

 Ele ergueu a mão e disse que poderiam ficar na nossa casa.

Neimar olhava ao redor como se não

tivesse visto o gesto e ainda esperasse

 pela manifestação de outra família.

 Ninguém mais levantou a mão.

 Então o palestrante virou-se para onde estávamos sentados e disse:

- "Após a conversa que terei hoje aqui,

 por favor, venham falar comigo." 

Neimar discorreu sobre solidariedade, fé, amor

 ao próximo e muitos outros assuntos que

 aqueciam nosso coração e nos faziam pensar

 em como podíamos ser melhores.

 Sensibilizou com suas palavras até os corações mais duros.

Antes do final da palestra, chamou-nos até onde estava, abraçou-nos longamente e colocou-se entre nós.

Por fim, falou a todos os presentes: 

- "O casal que lhes falei são Maria e José.

 Apenas esta família, entre tantas aqui presentes,

 acolheria o menino Jesus." 

Nunca esqueci desse fato.

 Hoje me pergunto se eu seria capaz do gesto de meus pais... 

 

 

 

 

 

 

 

http://www.reflexaodevida.com.br/345conto/345conto.htm

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

VISITAS

contador grátis

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D