Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

ANITTA BARROCO

"AQUAE FLAVIAE"

"AQUAE FLAVIAE"

Alguns instantes

 

 

 

Onde é que guardo o tempo? Posso agora dizer-vos
que é dentro dos olhos. Mesmo que se conservem assim límpidos
acabam por pousar neles algumas folhas. Procuro depois
que seja mais fácil este caminho onde se encontram os vestígios
dos meus passos, de qualquer encontro, de um gesto ainda
furtivo. Quantas sombras existem aí e me pertencem? Sei
que o repouso é menos que uma palavra. Talvez cheguem
as mesmas ondas que julgávamos estar há muito esquecidas,
a neblina parece ser um arco onde se reúne
o que ficou abandonado para sempre. É assim que começo a medir
o tempo. Alguns instantes reservo-os para a profundidade
da água; outros para o modo como as minhas mãos estremecem.

FERNANDO GUIMARÃES

 

Epitáfio para um poeta morto na aldeia

Partiam e chegavam (aos teus versos
danados) raparigas, lábil feno;
límpido - o sangue: lesto e bem disperso
por beijos, veias, taças de veneno...

Eram moças com boca de cidreira
e raiva nos quadris curtos e ásperos,
quais potros que tivessem à lareira
razões de pássaro e cetim nos cascos.

Anjos cardados vinham nesse verbo
com que acendias luzes de erva e ácidos
britando a treva ao fundo das aldeias.

Mas contra ti, poeta, o fumo acerbo
de bestas e lacraus de mamas flácidas
não destruiu o sémem das ideias.

FERNANDO GRADE

Frutos

 

 

Quando a amada oferece
o seu corpo, ela sabe
que dos frutos apenas
se colhe o sabor.
É então
que os dedos
separam as películas,
que a lâmina desce e a água
e o fogo se misturam.
E é então que a vida
e a morte convivem
sob o mesmo tecto.

 

 

 

 

Albano Martins

 

Auto-retrato

 

Espáduas brancas palpitantes:
asas no exilio dum corpo.
Os braços calhas cintilantes
para o comboio da alma.
E os olhos emigrantes
no navio da pálpebra
encalhado em renúncia ou cobardia.
Por vezes fêmea. Por vezes monja.
Conforme a noite. Conforme o dia.
Molusco. Esponja
embebida num filtro de magia.
Aranha de ouro
presa na teia dos seus ardis.
E aos pés um coração de louça
quebrado em jogos infantis.

 

Natália Correia

 

 

Existes como criança que me percorre a alma.

 

 

Todos os dias existem para que tenhas
um nome e um corpo por onde te possas deixar
ir:
todas as cicatrizes são vísiveis na tua
       pele.

Existe o teu corpo manchado porque assim
posso ver-te sem que te doam as lembranças.

Hoje, digo-te que são         barcos-de-papel
que rasgam o horizonte. Estamos sentados apenas
para que o mundo se escreva à medida
que o olhamos.

Podemos fazer com que se vejam crianças
enquanto esperamos
- desenharemos mundos como se existissem já -
e não apenas nas nossas noites.

Debaixo dos pés resta a maresia - quando
olho, não são volumes que me enchem a consciência
              mas sim
sombras de homens que me circundam.

Os homens são isso mesmo: o que não conseguiram
ser.

Tentarei fazer com que os gritos soem menos
estridentes quando lançados a meio da noite

mas não podemos fazer com que se vejam, porque os
espelhos têm costas por onde só nós nos
sabemos perder.

Por entre as paredes, sussurra-se o nome
que me parece ser o teu.

Agora espero que o silêncio tome conta das
faces febris no soalho e que os meus pés percam
qualquer sentido

para que me deixem por aqui sem qualquer vislumbre
de alguém conhecido.

 

Sérgio Xarepe

 

O TEMPO

 

A vida é o dever que nós trouxemos para fazer em casa.
Quando se vê, já são seis horas!
Quando de vê, já é sexta-feira!
Quando se vê, já é natal...
Quando se vê, já terminou o ano...
Quando se vê perdemos o amor da nossa vida.
Quando se vê passaram 50 anos!
Agora é tarde demais para ser reprovado...
Se me fosse dado um dia, outra oportunidade, eu nem olhava o relógio.
Seguiria sempre em frente e iria jogando pelo caminho a casca dourada e inútil das horas...
Seguraria o amor que está a minha frente e diria que eu o amo...
E tem mais: não deixe de fazer algo de que gosta devido à falta de tempo.
Não deixe de ter pessoas ao seu lado por puro medo de ser feliz.
A única falta que terá será a desse tempo que, infelizmente, nunca mais voltará.

 

 

 

Mário Quintana

 

FELIZ ANIVERSÁRIO "MÃE"

 

 

 

Mãe, tu és a mais esplendorosa das mulheres,


Teu colo é o mais acolhedor dos colos,


Teu beijo é o mais doce dos beijos,


Teu carinho é o mais confortante dos carinhos,


Teu sorriso é o mais singelo dos sorrisos,


Teu abraço é o mais energicamente dos abraços,


Teu olhar é o mais puro dos olhares,


Tua pele é a mais macia das peles


E seu amor é o mais verdadeiro de todos os amores.


Por essa razão, tenho orgulho de dizer:


Eu te amo,


Sempre te vou amar,


Aconteça o que acontecer,


Nunca ninguém conseguirá nos separar

Cyber Orkut - O Point dos Orkuteiros

FELIZ ANIVERÁRIO                           MÃE

BOM DOMINGO

 

 

 

 

 

 

Cyber Orkut - O Point dos Orkuteiros

 

 

 

BOM DOMINGO

CAMINHA

 

 

 

 

 

 

Caminha placidamente entre o ruído e a pressa. Lembra-te de que a paz pode residir no silêncio.

 

 

A VIDA

A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios. Por isso, cante, chore, dance, ria e viva intensamente, antes que a cortina se feche e a peça termine sem aplausos.

A beleza é a única coisa preciosa na vida. É difícil encontrá-la - mas quem consegue descobre tudo.

Charles Chaplin

Pág. 1/3

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

VISITAS

contador grátis

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D