Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

ANITTA BARROCO

"AQUAE FLAVIAE"

"AQUAE FLAVIAE"

UMA CARTA AO PAI NATAL

Senhor Pai Natal  

Como diz o meu amigo que mora na torre

em frente à minha barraca do bairro de lata onde vivo

 

quero pedir-te que transmitas lá no céu

 

como vou passar o Natal com a minha mãe.

 

 

Tenho dez anos e nunca tive um brinquedo

 

a não ser daqueles que nós fazemos

com arame, carros com rodas e tudo e volante.

 

Desde que cheguei de Cabo Verde que moro aqui

 

nesta casa de madeira sem luz,  sem água

 

e só a Lua acende as ruas estreitas, tão estreitas

 

que chego a bater nas casas com os cotovelos.

 

 

Nunca fui à escola e não sei ler nem escrever

 

por isso pedi ao meu amigo menino para fazer

 

uma carta. é tão estranho    a caneta dele desliza

 

sinais no papel das coisas que eu digo   que é

 

difícil acreditar que as minhas palavras ali estão.

 

 

 

Às vezes espreito pela grade da escola que fica

 

ali perto e vou ver os meninos no recreio    a brincar

 

quando a minha mãe diz para ir comprar pão

 

no senhor inácio porque o dinheiro eu conheço

 

dez   vinte   cinquenta   as moedas e as notas.

 

 

 

Senhor Pai Natal,   eu só queria... olha,  já disse

 

que não quero brinquedos,  não me importo

 

mas diz a Deus para dar um homem à minha mãe;

 

ela queixa-se muito, passa a vida a dizer que

 

a casa precisa é de um homem,  principalmente

 

quando o meu irmão de dezoito se pica nos braços

 

e fica para ali parece um morto mas quando acorda

 

começa a partir as coisas que restam. Por isso

 

é que nós não temos prateleiras para pôr as panelas

 

fica tudo no chão   a monte. Há dias deitou abaixo

 

a porta da casa e dormimos toda a noite com os cães

 

da rua a entrar e a sair. eu quase não dormi porque tive

 

de enxotar os cães que iam lamber as pernas

 

ao meu irmão e à minha mãe. foi engraçado.

 

 

 

Ah, sabes, neste bairro que não é bairro

 

não vem a camioneta buscar o lixo

 

o carro que vem é a carroça dos cães   para os levar

 

não fazem mal a ninguém mas eles dizem que são vadios

 

os cães têm dono mas eles não querem saber

 

e dizem que são nossos amigos,  os cães.

 

 

 

Vem também um senhor padre dizer

 

para irmos à missa rezar

 

mas a minha mãe e eu não temos tempo   é preciso

 

ir buscar água a uma torneira que uma senhora pôs

 

no quintal para a gente. é quando

 

vou à água que eu vou brincar para a lixeira

 

e às vezes trago uma lanterna velha   um secador

 

que trabalha mas a minha mãe não precisa dele

 

porque tem o cabelo curto e é carapinha.

 

 

 

Vou dizer ao meu amigo para ler esta carta em voz alta

 

para saber se ele não se esqueceu de alguma coisa

 

até porque a minha mãe está a chamar-me para

 

pôr uma bacia a apanhar a água que está a cair

 

em cima da cama. está a chover muito e é sempre

 

assim   é quando a mãe canta «sodade di nha crecheu»

 

 

 

Agora lembrei-me:  tu que és o Pai Natal,

 

o mensageiro de Deus e portanto sabes onde

 

está tudo porque vais dar as prendas a toda a gente

 

quando passares por cima da minha casa com o teu

 

carro de madeira puxado por aqueles animais que têm cornos

 

e parecem árvores,  no dia de Natal faz-me só um sinal

 

um sinal só para mim,   só para mim.

 

e não te esqueças:  lembra-te da minha mãe.

 


http://web.educom.pt/pr1305/natal_histor02.htm

Origem do Natal

Origem do Natal e o significado da comemoração

O Natal é uma data em que comemoramos o nascimento de Jesus Cristo. Na antiguidade, o Natal era comemorado em várias datas diferentes, pois não se sabia com exatidão a data do nascimento de Jesus. Foi somente no século IV que o 25 de dezembro foi estabelecido como data oficial de comemoração. Na Roma Antiga, o 25 de dezembro era a data em que os romanos comemoravam o início do inverno. Portanto, acredita-se que haja uma relação deste fato com a oficialização da comemoração do Natal.

 

As antigas comemorações de Natal costumavam durar até 12 dias, pois este foi o tempo que levou para os três reis Magos chegarem até a cidade de Belém e entregarem os presentes (ouro, mirra e incenso) ao menino Jesus. Atualmente, as pessoas costumam montar as árvores e outras decorações natalinas no começo de dezembro e desmontá-las até 12 dias após o Natal.

 

Do ponto de vista cronológico, o Natal é uma data de grande importância para o Ocidente, pois marca o ano 1 da nossa História.

 

A Árvore de Natal e o Presépio

 

 

Em quase todos os países do mundo, as pessoas montam árvores de Natal para decorar casas e outros ambientes. Em conjunto com as decorações natalinas, as árvores proporcionam um clima especial neste período.

 

Acredita-se que esta tradição começou em 1530, na Alemanha, com Martinho Lutero. Certa noite, enquanto caminhava pela floresta, Lutero ficou impressionado com a beleza dos pinheiros cobertos de neve. As estrelas do céu ajudaram a compor a imagem que Lutero reproduziu com galhos de árvore em sua casa. Além das estrelas, algodão e outros enfeites, ele utilizou velas acesas para mostrar aos seus familiares a bela cena que havia presenciado na floresta.

 

Esta tradição foi trazida para o continente americano por alguns alemães, que vieram morar na América durante o período colonial. No Brasil, país de maioria cristã, as árvores de Natal estão presentes em diversos lugares, pois, além de decorar, simbolizam alegria, paz e esperança.

 

presépio também representa uma importante decoração natalina. Ele mostra o cenário do nascimento de Jesus, ou seja, uma manjedoura, os animais, os reis Magos e os pais do menino. Esta tradição de montar presépios teve início com São Francisco de Assis, no século XIII. As músicas de Natal também fazem parte desta linda festa.

 

O Papai Noel : origem e tradição

 

Estudiosos afirmam que a figura do bom velhinho foi inspirada num bispo chamado Nicolau, que nasceu na Turquia em 280 d.C. O bispo, homem de bom coração, costumava ajudar as pessoas pobres, deixando saquinhos com moedas próximas às chaminés das casas.

 

Foi transformado em santo (São Nicolau) pela Igreja Católica, após várias pessoas relatarem milagres atribuídos a ele.

 

A associação da imagem de São Nicolau ao Natal aconteceu na Alemanha e espalhou-se pelo mundo em pouco tempo. Nos Estados Unidos, ganhou o nome de Santa Claus, no Brasil de Papai Noel e em Portugal de Pai Natal.

 

A roupa do Papai Noel 

 

Até o final do século XIX, o Papai Noel era representado com uma roupa de inverno na cor marrom ou verde escura. Em 1886, o cartunista alemão Thomas Nast criou uma nova imagem para o bom velhinho. A roupa nas cores vermelha e branca, com cinto preto, criada por Nast foi apresentada na revista Harper’s Weeklys neste mesmo ano.

 

http://www.suapesquisa.com/historiadonatal.htm

Pág. 2/2

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D