Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

ANITTA BARROCO

"AQUAE FLAVIAE"

"AQUAE FLAVIAE"

Casa De Los Somoza

Agradecimento

Aos Somoza, Jesus, Puri e Ana, pela hospitalidade e carinho que nos dispensaram, um abraço e até sempre! A "Grande Família" Amigos Caminho de Santiago - Aquae Flaviae

 

 

 

 

 

Etapas Concluidas

 

 

Salceda - Santiago

Os nossos caminheiros acordaram bem cedo para terminar a caminhada deste ano!

Partiram às seis da manhã de Salceda em direcção a Santiago de Compostela. Este percurso tem uma distância de 34Km.

Por volta do meio-dia  já se encontravam no Monte do Gozo.

Perto das duas da tarde chegaram  ao destino previamente traçado.Finalmente avistavam as torres da grandiosa catedral de Santiago de Compostela!

Não imaginavam eles que, escondidos pelas  paredes da Catedral estavam, para surpresa dos caminheiros,  os repórteres responsáveis pela elaboração da história da caminhada deste ano!

E assim se cumpriu mais uma  caminhada dos “Amigos  Caminho de Santiago – Aquae Flavie” com êxito!

Posso desde já adiantar que já têm em mente a caminhada do próximo ano, que terá inicio na Estremadura espanhola, Sevilha.

Agora, gostava eu de saber, quem é que vai fazer a reportagem do grupo feminino que se está a organizar e do qual eu vou fazer parte,  como caminheira de Santiago?????

Prometemos para já, mais notícias mas, desta vez referente aos “50 Km de Alhariz”, nos quais alguns dos nossos Caminheiros também participam. Atéláaaaaaaaaaaaaaaa !

Morgade - Portomarin 3ª etapa

Hoje, os nossos caminheiros sairam bem cedo de Sarria com destino a Portomarín, percurso que terá um total de 21, 5km.

Paragem  para almoço em Morgade.

Por volta das quatro e meia da tarde, chegaram a Portomarín.

Em 1962 a histórica Portomarín seria submersa pelas águas da represa Belesar, que inundaria justamente àquela área. Decidiu-se, então, transferir os monumentos históricos para nova Portomarín, no alto do morro. Dessa forma, a igreja-fortaleza de San Nícolas, a igreja de San Pedro e outros monumentos, do séc. XII ao Séc. XVII, foram desmontados, pedra por pedra, e remontados no alto do morro.

 

E mais uma etapa está concluída!

 

Cebreiro - Sarria "2ªEtapa"

Bem cedo, os nossos caminheiros tomam um bom pequeno almoço em Cebreiro!

Preparam-se para mais uma caminhada, desta vez até Sarria, sempre com a branca neve a acompanha-los! Esta etapa tem uma distância de 38Km.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Amigos Caminho de Santiago no Alto de San Roque

 

De Fonfria a Triacastela é sempre a descer. Uma grande descida sobre um vale apertado talhado por encostas íngremes.

 

Em Triacastela, viram-se forçados a alterar o percurso pois o nevão não permitia que eles seguissem pelo traçado original.

Apesar deste contratempo os nossos caminheiros concluiram a segunda etapa!

 

Vilafranca del Bierzo - Cebreiro "1ª Etapa"

Com um forte nevão, os nossos caminheiros deram inicio à primeira  etapa que teve  início em Vilafranca del Bierzo e acaba em Cebreiro, num total de 30km.

Vilafranca del Bierzo, uma vila em que se respira história por todos os cantos.

                

À chegada a Cebreiro, os Amigos encontraram  uma povoação antiquíssima de origem Celta formada por uma dezenas de casas, algumas típicas celtas feitas de pedra e em forma de circulo, destinadas quase todas aos peregrinos: restaurantes e dormidas.

                     

 

Existe nesta povoação uma igreja simples mas que contém um famoso cálice - que muitos o chamam de o Santo Graal do Cebreiro. A sua fama se deve  ao milagre ocorrido no século XIV, onde um padre, que não estava muito animado em realizar a missa das seis da tarde - porque o tempo estava muito ruim, foi obrigado a realizá-la devido ao comparecimento de uma única pessoa.O camponês chegou à igreja com as roupas ensopadas e sujas de barro - mas a sua fé foi mais forte que o mau tempo. Então, o padre começou a celebrar a missa com certa irritação. Na hora da consagração ergueu o cálice e, para a surpresa de ambos, a hóstia converteu-se em carne e o vinho em sangue.

E assim, concluiram a primeira etapa com êxito!

UM ANO DEPOIS

 

Um ano depois, os “Amigos Caminho de  Santiago – Aquae Flaviae” regressam para mais uma viagem cheia de aventuras!

O vento de Norte já anuncia que a caminhada irá ser fria!Mas os nossos caminheiros, com o espirito e a alma quentes que lhes é tão característico, irão superar todas as etapas deste percurso.

Por motivos pessoais, este ano dois dos sete amigos  viram-se impossibilitados de partilhar esta aventura,  que terá inicio em Vilafranca del Bierzo e termina em Santiago de Compostela, percurso que faz parte do Caminho Francês.

Mais uma vez, e com o apoio da “Grande Família”, eles despedem-se entre sorrisos e abraços e…algumas lágrimas!

E este ano, para vós uma frase de Goethe:

 “Conhecer alguém aqui e ali que pensa e sente como nós, e que embora distante, está perto em espírito, eis o que faz da Terra um jardim habitado.”

 

 

Mesmo estando por Géneve, envio-vos um beijo cheio de força.... Ah tio Barroquinho o Mateus já diz Kika!!!!LOL

Agradeço a minha substituta de fotografa pela boa qualidade das fotos!

 

Amigos Caminho de Santiago-Aquae flaviae

 

 

Quem corre atrás da magia quer atingir um caminho para atingir um sonho.

O espírito humano beneficia de todas as luzes que rasgam a noite dos seus mistérios, para conseguirem as fontes que possam ajudar a descobrir o enigma das coisas.

É um grande sonho que se alcança após uma longa viagem. O caminho pode ser construído por todos, por qualquer um que assim o queira fazer.

O caminho Francês, é a rota principal até ao túmulo do Apost. S. Tiago. A maioria dos caminhos vindos do Continente Europeu juntam-se para entrar na Península Ibérica, constituindo o chamado Caminho Francês, que entra em Espanha por Roncesvalles, no sopé dos Pirenéus, e de lá segue em cerca de 800 km até chegar a Santiago de Compostela.

Os nossos caminheiros de Aquae Flaviae concluíram assim aquilo a que se tinham proposto.

Neste ano de 2007 ficou concluído o Caminho Francês.

E assim, os nosso caminheiros terminam as etapas definidas para este ano com êxito!

Estão, mais uma vez de parabéns.

Cá vos esperamos amanhã à tarde para nos contarem todas as vossas aventuras!

Beijinhos e Boa Viagem de regresso a terras Lusitanas

Quero agradecer aos Sete Amigos pelas fotografias disponibilizadas. O meu muito obrigado. 

anabelabarroco

Santo Domingo de La Calzada

História dos Galos em Santo Domingo de La Calzada - Contam que no século XIV, um jovem chamado Hugonell efetuava a sua peregrinação a Santiago de Compostela acompanhado pelos seus pais.

Galiñero - Galinheiro dentro da Catedral de Santo Domingo de La Calzada
Santo Domingo de La Calzada - La Rioja

Num dos albergues do caminho em que pernoitaram, o jovem mostrou-se indiferente às investidas de uma criada do mesmo. Ela, por vingança, colocou em segredo uma taça de prata na bagagem do rapaz. Na manhã seguinte a mulher chamou os guardas e acusou Hogonell de furto. O rapaz foi julgado e condenado e em seguida enforcado.

Porém quando os seus pais foram até o patíbulo para recolher o corpo, ouviram a voz de um anjo anunciando que Santo Domingo havia conservado a sua vida. Os pais do jovem imediatamente procuraram o juiz da cidade e pediram que o rapaz fosse liberado, pois estava vivo e de boa saúde. O juiz estava à mesa e com certa razão, não acreditou na história do casal.

A sua incredulidade fê-lo exclamar: - Solto vosso filho quando este galo e esta galinha cantarem novamente - disse o juiz apontando os assados que tinha sobre a mesa. Nesse mesmo instante o galo e a galinha cobriram-se de penas e puseram a cacarejar e a cantar saindo correndo. O juiz soltou Hugonell.

Desde esse dia, na igreja de Santo Domingo de la Calzada, um galo e uma galinha de penas brancas são mantidos vivos junto ao altar, num alambrado no estilo gótico tardio, coberto com uma tela renascentista que recebe o nome de "Gallinero". Os mesmos são substituídos a cada 20 dias e somente ocupam o galinheiro no período de 25 de abril a 13 de outubro. Ao entrar na igreja, se você ouvir o galo cantar, é um sinal que a sua peregrinação será bem sucedida. Daí o ditado popular: "Santo Domingo de la Calzada, donde cantó la gallina depués de asada".

www.clubedecicloturismo.com.br/.../santiago.html

Última etapa concluída com exito

Nájera - Sto. Domingo de la Calzada

 

Esta etapa começa forte, principalmente porque o caminho de Nájera arranca com uns montes acentuados e com muita inclinação. Continuam os traçados riojanos, onde o caminheiro deverá encher-se de paciência e apreciar as paisagens e caminhos.

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

VISITAS

contador grátis

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D